SOBRE O LUTHIER BARROS

Antônio Maurício Barros nasceu na cidade de Senador Firmino, no estado de Minas Gerais, em 27 de novembro de 1945. Filho de marceneiro e neto de luthier, Barros começou muito cedo a trabalhar na marcenaria do pai, seguindo a profissão da família.

Não satisfeito permaneceu como marceneiro até o ano de 1964 quando veio para o Rio de Janeiro, prestar o serviço militar. No exército, Barros aprendeu a profissão de mecânico, que era seu sonho. Anos mais tarde veio a ser funileiro de automóveis, atividade que exerceu por 25 anos.

Sempre ligado com a música, ao final dos anos 80, Barros sentiu saudades e resolveu voltar a trabalhar com madeiras, só que desta vez por livre e espontânea vontade. O luthier montou uma pequena marcenaria para fazer reparos em instrumentos de cordas. Em 1994 Barros começou a construir seus primeiros violões, trabalhava na mecânica de dia e a noite construía violões.

Em 1995 nova mudança. O Barros procurou Jô Nunes, um famoso construtor de violões do Rio de Janeiro. O luthier experiente ajudou o novato e lhe ensinou algumas técnicas importantes na construção de violões.

A partir daí, barros começou a construir bons instrumentos feitos com as melhores madeiras do mundo para a categoria: ébano, jacarandá brasileiro, pinho, dentre outros.

Seu trabalho é reconhecido em todo Brasil por grandes músicos e também no exterior, em países como Estados Unidos, Canadá, Argentina, França, Espanha, Holanda, e até Japão.

QUEM UTILIZA E RECOMENDA NOSSOS INSTRUMENTOS:

DEPOIMENTOS

  • Parabéns ao Luthier Barros pela excelente sonoridades e qualidade de seus instrumentos. Comprei um violão e estou impressionado e já utilizando para gravações. Preciso adquirir um Bandolim seu, pois a fama é muito boa. Obrigado!




    Paulo Cunha Souza
    Violonista

LUTHIER BARROS NA MÍDIA